Nome:
Data Nascimento: 1802
Sexo: Masculino
Informações:
Major da Guarda Nacional. Nascido na fazenda da Vereda, na freguesia de Curral del Rei (atual Belo Horizonte, MG), em cuja igreja matriz de Nossa Senhora da Boa Viagem foi batizado. Tendo seus pais falecido em 1811, durante uma travessia da Serra da Mantiqueira, atacados de varíola, Antônio e seus dois irmãos mais velhos foram recolhidos por tropeiros. Antônio foi então levado para a fazenda da Ponte Seca, onde trabalhou dois anos como guia de carro de bois. De lá, transferiu-se para a fazenda da Vereda, na freguesia do Curral del Rei (atual Belo Horizonte) termo da Vila de Sabará (MG), de propriedade de seu padrinho, José Teixeira da Fonseca Vasconcelos, o Visconde de Caeté. Neste local, aprendeu a ler e escrever, bem como o ofício de caldereiro, passando a montar engenhos e alambiques em diversas fazendas. Na fazenda Capim Branco, no arraial do Bom Jesus de Matozinhos (MG), casou-se, em 1824, com a filha do proprietário, Policena Moreira da Silva. Transferiu-se depois para Tabuleiro Grande (atual Paraopeba, MG), onde montou um armazém e, posteriormente, em 1836, comprou a fazenda de São Sebastião. Tornou-se grande proprietário e financista. Ao falecer, em 1884, era um dos homens mais ricos de Minas Gerais. (cf. Vaz, Cia. Cedro e Cachoeira, p. 34-35; Birchal, O empresário brasileiro, p. 24; Marcovith, Pioneiros e empreendedores, p. 96; Tamm, Uma dinastia de tecelões, p. 25)
Filiação:
Pai:
Antônio Gonçalves Mascarenhas
Mãe:
Joaquina Maria da Conceição
Filhos:
Filhos:
Antônio Cândido Mascarenhas
Antonino Mascarenhas
José Mascarenhas
Custódia Mascarenhas
Escolástica Mascarenhas
Francisca Mascarenhas
Victor Mascarenhas
Pacífico Mascarenhas
Caetano Mascarenhas
Bernardo Cândido Mascarenhas
Maria Teodora Mascarenhas
Sebastião Mascarenhas
Francisco Mascarenhas
Avós:
Avós Paternos:
Caetano Mascarenhas

Avós Maternos: