Nome:
Data Nascimento: 1897
Sexo: Feminino
Informações:
Também conhecida como Margarida Madeira Brandão. Natural de Rio Espera (MG). Doceira. Casada, em 1921, em Rio Espera, com Manuel Brandão, de quem teve os filhos abaixo. Faleceu em Rio Espera, em 23/9/1944 (cf. registro civil: "Certifico que do livro 14 do registro civil de óbitos, sob o n. 1351, a folhas 170v a 171, consta o seguinte: Que no dia vinte e três (23) de setembro de mil novecentos e quarenta e quatro (1944), às 17 hs., à Rua Governador Valadares, neste distrito de Rio Espera, faleceu Margarida Madeira Brandão, do sexo feminino, côr branca, com quarenta e oito (48) anos de idade, estado civil viúva de Manoel Brandão, filha de Antônio Rodrigues Madeira e de Maria de Carvalho. O registro foi feito a 24 de setembro de 1944. Foi declarante Jacinto Brandão, sendo o atestado médico firmado por Dr. Liberato Rodrigues de Miranda, que deu como causa da morte Pneumonia lobar. Imediata: Colapso Cardíaco. O sepultamento será feito no cemitério desta cidade, hoje.")
Filiação:
Pai:
Antonio Rodrigues Madeira
Mãe:
Maria Augusta de Carvalho
Filhos:
Filhos:
Jacinto Brandão
Abigail Brandão
Maria Augusta Brandão
Stela Brandão
Avós:
Avós Paternos:
Cândido Rodrigues Madeira
Carolina Faustina Ferreira
Avós Maternos:
Carlos José de Carvalho
Eulália Virgens da Fonseca